[Encontro 5] - 27/01/22 - Ciranda de Leitura Online - Grande Sertão: Veredas

Atualizado: 16 de abr.




Realização: A Casa Frida & Confraria da Padoca



Este projeto foi concebido em parceria pela Confraria da Padoca Filosófica e o Grupo A Casa Frida.


Recomendamos que a leitura NÃO seja feita pelo PDF que enviamos. Não há nada melhor que ter um livro físico nas mãos e, seguindo os caminhos de Guimarães, ter um bloco de anotações com um lápis para deixar guardado partes importantes dessa travessia.


Recomendamos a edição de bolso da Companhia das Letras (pelo valor acessível, ou adquirida através da cesta temática criada especialmente para este evento - maiores informações no site padocafilosofica.com.br/cestasartesanais ), vamos nos enveredar ...



Livro de Bolso Grande Sertão: Veredas - da página 229 até 289.

Até a frase - “Deram muitos tiros. Apertei minha correia na cintura. Apertei minha

correia na cintura, o seguinte emendando: que nem sei como foi. Antes de saber o que

foi, me fiz nas minhas armas. O que eu tinha era fome. O que eu tinha era fome, e já

estava embalado, aprontado.



Edição Normal Companhia das Letras Grande Sertão: Veredas: da página 186 até a página 235.


As demais edições deverão ser lidas até a diagramação final do PDF do material de apoio.




Os encontros vão acontecer toda última quinta-feira do mês, das 19:30 às 21:00 hs, por dez meses consecutivos.

O material de apoio vai ser enviado por e-mail nos dias subsequentes das cirandas.

A cada encontro, DEVERÁ SER FEITO UMA NOVA INSCRIÇÃO para que possamos enviar

o link. Qualquer dúvida, estamos à disposição para maiores informações.


MATERIAL DE APOIO - Encontro 5 (27/01)



O Julgamento de Zé Bebelo


No julgamento de Zé Bebelo as leis que regem os jagunços são claras, "crime é fazer traição, ser ladrão de cavalos ou não cumprir a palavra". Mas "quem sabe direito o que uma pessoa é? Zé Bebelo após perder a batalha para Joca Ramiro é levado a um julgamento. Mas o julgar "é sempre defeituoso, porque o que a gente julga é sempre o passado." Após o julgamento os jagunços vivem "dias bondosos", "estavam desagasalhados na alegria, feito meninos", sem pressentimentos das coisas terríveis que estavam por vir. No decorrer da leitura, ficamos como Riobaldo "esperando o nada virar coisas" mas "o sertão é quando menos se espera."



A Morte de Joca Ramiro


“... Então, honrado vou. Mas, agora, com sua licença, a pergunta faço: pelo quanto tempo eu tenho de estipular, sem voltar neste Estado, nem na Bahia? Por uns dois, três anos?” – “Até enquanto eu vivo for, ou não der contra-ordem...” – Joca Ramiro aí disse, em final. E se levantou, num de repente. Ah, quando ele levantava, puxava as coisas consigo, parecia – as pessoas, o chão, as árvores desencontradas. E todos também, ao em um tempo – feito um boi só, ou um gado em círculos, ou um relincho de cavalo. Levantaram campo”. (Julgamento de Zé Bebelo, em Grande Sertão:Veredas) O código de honra foi rompido - Hermógenes atira em Joca Ramiro à traição.

O assassinato de Joca Ramiro, ocorrido nas terras do Xanrerê, na beira da Jerara, ecoa na Guararacavã do Guaicuí como o “decreto de uma lei nova”. Agora o bando de jagunços, chefiados pelo Rei dos gerais, assume um projeto de vingança que se une ao próprio objetivo inicial de Medeiro Vaz, erradicar os desmandos que assolam o sertão.




Playlist interativa para acompanhar as leituras:

Os participantes da playlist podem adicionar músicas relacionadas.




Calendário 2022 - Guimarães Rosa"Grande Sertão: Veredas"



 

ENCONTRO 05 de 10: 27/01/22 - 19h30 às 21h00

Na sua casa através do aplicativo Zoom (Play Store) (Apple Store)


As inscrições devem ser feitas no link abaixo:






450 visualizações0 comentário