04/03/2017 - "Foi apenas um sonho" e "O Rastro do Teu Sangue"



Autonomia...


Como cuidar de si?


Até onde podem ir sem o comando dos pais?


Como se apropriar das próprias escolhas?


Estão aprendendo a caminhar sozinhos?


Não há um "rastro" do nosso controle por trás desta jornada?


O medo paralisa e faz com que nossos "meninos" permaneçam "meninos" indefinidamente.


Até que a realidade aconteça e "Um rastro de Sangue na Neve" se torne necessário para que se desprendam de nós...


[...]


No conto "O Rastro do Teu Sangue na Neve", Gabriel García Márquez nos transporta para o universo de um casal recém-casado que se desconectam das amarras de sua cidade Natal e de seus progenitores.


De forma lírica, nos apresenta como a maturidade só chega através do confronto direto com a vida, à luz da tomada de consciência de si mesmo através da experiência pessoal de cada um.


É uma obra de ficção e é interessante perceber que apesar disto e aliada ao realismo fantástico, é algo totalmente possível em nossos dias: - A paralisação dos jovens diante da realidade e a dificuldade em enfrentar a vida como ela é.


Mimamos nossos filhos e consequentemente qdo eles têm que se deparar com a realidade do "Mundo Real", se perdem na frieza da própria existência e voltam para nós sangrando para que possamos soprar as feridas.


Ou na ausência da tutela dos pais, se desnorteiem e consigam criar uma identidade "Real".


Nossos jovens se sentem preparados e autônomos.


Será?


[...]


“Amadurecer é envelhecer, sujar as mãos, tornar-se sensato, aburguesar-se, entrar no jogo das conveniências e das razões”.


(Ernesto Sábato)


“Enquanto pensava, se viu repetido muitas vezes e de ângulos diferentes nos numerosos espelhos das paredes, e sentiu-se assustado e solitário, e pela primeira vez desde seu nascimento pensou na realidade da morte”.


(Billy Sánchez - protagonista do conto "Rastro do Teu Sangue na Neve")


[...]


Deixemos um rastro de euforia por mais, ao unirmos esse incrível texto de García Márquez com o desnorteador filme "Foi Apenas um Sonho", drama muito bem dirigido e muito bem concebido por Sam Mendes:


April (Kate Winslet) e Frank Wheeler (Leonardo DiCaprio) são um casal jovem que vive no subúrbio de Connecticut com seus dois filhos na década de 1950.


A máscara da auto-segurança esconde a enorme frustração que sentem por não serem completos em seu relacionamento ou na carreira.


Determinados a conhecerem a si mesmos, eles decidem se mudar para a França. Mas o relacionamento começa a corroer em um ciclo infinito de brigas, ciúmes e recriminações e a viagem e seus sonhos correm grandes riscos de acabar.


“Foi Apenas um Sonho” é um atordoante retrato da massificação social falsamente vendida como a materialização da vida perfeita.


A família idealizada, os arquétipos da vida perfeita, todos reduzidos a uma falsidade que nada mais faz do que aprisionar a alma.


---


Esperamos por você.


Material de Apoio:


ACESSE O CONTO - ( Leia Aqui )


ASSISTA AO FILME - ( Assistir Aqui )


Quando?


04/03/2017 às 16h.


Onde?



Av. Moema, 493 – Moema




Realização





Participação




www.acasafrida.com.br



Patrocínio










Av, Jurema, 383.


Al. dos Aicás, 620.


Av. Juriti, 218.


Rua Inhambu, 1285 E







12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo